segunda-feira, 21 de julho de 2014

Rose Nascimento agora é da "Som Livre"

 
A cantora que "mitou", "hitou" e "abalou" com vários de seus hits da música gospel, Rose Nascimento, resolveu fazer companhia com Andréa Fontes e Pamela na "Som livre" , detalhe que todas são ex-MKs!
O reboliço se confirmou exatamente momentos após a rescisão da Cristina Mel com a MK, deixando todos os "rosetes" (é assim que se chama?) boquiabertos e com opiniões super divididas, onde uns acreditam ser uma parceria de sucesso, e outros apostam no fracasso de Rose.

Já estava mais do que na hora da Rose se armazenar em alguma tribo, lembrando que o "Troféu Promessas" vem ai, e você acha que ela é boba de ficar independente?! Para ganhar esse jogo tem que ter lábia e uma grande gravadora na maciota! (Prevejo mimimis)

Mas essa é toda a verdade, sou grande admirador de Rose, acho que ela tem uma potência vocal espetacular... Porém nos dias de hoje, o que vale é gravadora e grandes influencia$ neste mercado da música gospel, aonde o barato sai é caro!

Desejo muito sucesso para essa nova etapa da cantora, e espero que venha um CD superior ao "O Menor da Casa" que até o momento só consegui escutar o single "Escolhido". Tentei escutar o CD inteiro, mas me deu preguiça!

terça-feira, 15 de julho de 2014

BOMBA: Cristina Mel está fora da MK music!!!


Fontes corretíssimas chegaram aos nossos ouvidos, de que a Cristina Mel não faz mais parte do cast de cantores da MK music. O fato aconteceu a poucos minutos, e ainda não sabemos o motivo da saída. Mas parece que a mesma andou sendo sondada pela Sony music...

Um show de talento!!!

 Estamos maravilhados, extasiados e impressionados com a abertura e interpretação ao vivo da canção "Sublime" de Leonardo Gonçalves do DVD "Princípio". A composição de sua esposa marca o princípio do DVD, que apesar da ausência do back vocal, revelou uma interpretação estupenda e digna de muitos e muitos replays!
Léo mostrou a muitos cantorzinhos meia boca como se aprende uma boa interpretação, e como se abre um divisor de águas ministerial, que no caso é um DVD. O single "Sublime" é encantador do principio ao fim, tirando elogios até do pagodeiro Tiaguinho. Sem contar que o vevo já ultrapassou em pouco mais de uma semana mais de 360 mil visualizações! #Alelooias...Resultado de um trabalho 5 estrelas. E tenho certeza que o DVD merece todas certificações possíveis.




Vem ai o novo CD de Cassiane e Jairinho.

 
Após abandonar a sony music, a dupla mais apaixonada da música gospel, Cassiane e Jairinho, resolveram quebrar o silêncio e aprontar mais um de seus românticos CD's, sendo ele denominado "Somos 1". Alguns dias passados a penteca postou com exclusividade o videoclipe do single "Te amo, te quero" composta pelo Baiano Tony Ricardo.
O videoclipe de longe teve uma boa aceitação, porém acredito que o single é fraquinho para o sucesso! Não custa tentar, né? (prevejo mimimis de Cassianetes!). A melodia presente é bem singela e com arranjos simplificados, totalmente divergente ao que estávamos acostumados ouvir pelos CD's lançados na MK music, álbuns que trouxeram a grande consagração da dupla.

Se a maré não ta boa nem para a Cassiane, imagine para o Jairinho! Até agora não consegui entender o sentido da capa, em que ele esta em evidência e ela em segundo plano. O videoclipe ficou muito simples, abaixo até das produções de Alomara e sua tropa!

Amo a Cassiane, a vejo como uma das maiores cantoras da música pentecostal, com carisma, presença de palco e criatividade. Ainda sonho com uma grande produção que trará o retorno da Cassiane que sumiu no mapa!

domingo, 6 de julho de 2014

Elaine Martins: análise do CD "Santificação"



Estou abarrotado de pedidos, recados, berros e e-mail's me reivindicando a análise deste álbum. Então resolvemos falar sobre o primeiro CD de Elaine Martins distribuído pela globo gospel, que promete ser um "marco" em sua carreira.
A cantora Elaine Martins foi nacionalmente conhecida através de suas ministrações com o ministério de louvor da ADUD, igreja na qual a cantora congrega. Apesar de tantas polêmicas em volta da igreja, Elaine bombou com o single "Sei é bem Assim" composto por Josué Pontes, sendo uma espécie de "Sabor de mel", "Faz um Milagre em Mim" e "Ressuscita-me" da época. Pelo que sei, a maior parte da renda obtida nas vendagens de Elaine são destinadas á ADUD.
No mês retrasado a contratação da cantora pela MK music deixou muito de seus admiradores boquiabertos e satisfeitos. Em seguida, a mesma lançou o álbum que estava engavetado, sendo este que iremos analisar agora! SANTIFICAÇÃO.
O álbum é produzido por Ronny Barbosa, e conta com 9 regravações (parece até que é mentira!) e apenas 3 canções inéditas.

SANTIFICAÇÃO:
A faixa título do CD é composta pela dupla Gislaine e Mylena, e também uma regravação. A letra fala sobre a espera pela volta de Jesus, totalmente fora do clichê que estamos acostumados, "Santificação" é um orgulho para o CD. O refrão é bem grudento, isso devido a redução do mesmo.
Os arranjos são excelentes e de alto calibre, encabeçando o single como um dos melhores da atualidade. O back vocal deu o melhor de si, e foi muito bem explorado. 

ÚLTIMOS DIAS
A regravação de "Últimos dias" foi uma grande surpresa. Elaine conseguiu imprimir uma originalidade ímpar dentro do refrão, deixando o ostracismo de lado e cantando com grande autoridade. O instrumental deu um show de arranjos, e nem devo falar dos agudos da Elaine!

COLHENDO FRUTOS:
Estamos diante da primeira faixa inédita do CD, composta por Denner de Souza e Adriano Barreto. A canção é pentecostal, porém bem suave. O refrão é bem envolvente e promete ser mais um de seus sucessos.

O PREÇO DA CHAMADA:
Esta canção aborda vários momentos da bíblia, também é uma regravação. A cantora abusou dos falsetes em alguns momentos. simplicidade é o diferencial desta faixa.
CELEBRAÇÃO:
O forró nunca pode faltar em um bom CD pentecostal, com o famoso chavão "Receeeba vitória!", porém de uma excelente produção. Os arranjos foram felizes, e a interpretação também!

INDESTRUTÍVEL:
A introdução é marcada por um arranjo de Elaine, porém fica interessante a partir do meio da canção. Creio que apesar de não ser a "melhor" do disco, essa canção pode conquistar muita gente.

OUVE SENHOR:
Acredito que o ápice de criticas rodearam a regravação do grande sucesso de Ana Paula Valadão, sendo oriundo do CD "Preciso de Ti" que é um dos CD's mais vendidos da história da música gospel (valadetes bradando!). Elaine ousou em regravá-la, mas não trouxe nada a mais e nada a menos do que já escutamos. Somente o que mudou foi o tom, a pegada e uma melodia bem direta, sem aqueles rodeios do DT. Comparando, prefiro a antiga.

DEUS INDECIFRÁVEL:
É uma regravação, que se tornou conhecida através da dupla Daniel & Samuel. Creio que para algumas pessoas esta faixa causou a impressão de que "ela foi escrita para a Elaine", e realmente é nesta tecla em que eu bato. Os arranjos ficaram extraordinários, encabeçando como uma das melhores do disco. Sem contar que essa mulher é uma das melhores intérpretes que conheço.

ESCUDO E ESPADA:
Esta é a 2ª faixa inédita do CD, que criou uma grande expectativa no público por conta do refrão bem autentico: "Santo, santo, Santo ... Exaltado, Santo, Santo nos dá vitória pelo seu Poder" ... E pra lacrar, trouxe a marcante ministração de Ludmila Ferber (nunca sei escrever o nome dela) no DVD "Aleluia" do Diante do Trono. Nem sei se as expressões são dela, só citei porque já ouvi da boca da Lud.

JEREMIAS:
A suavidade tomou conta do ambiente, tendo alusão ao chamado de Jeremias. Lembrando que esta faixa também é uma regravação de Lília Paz pela CPAD music (hmmm to sabendo!).
Porém prefiro a interpretação e os arranjos da Elaine, que abrilhantou e deu um ar emocionante na canção. Sem contar que a voz dela arranca suspiros!

MESTRE:
O grande sucesso de Cristina Mel, "Mestre", também endossou o disco. Apesar da brilhante interpretação, acho que a canção não combina com a Elaine. Josué Teodoro escreveu pensando no "Dê Carinho", e canções daquele CD são todas com a identidade da Cristina. Prefiro a antiga! (prevejo mimimis)

UNIDOS PELA PALAVRA:
Faixa inédita, "romântica" e de autoria própria. Mas o romantismo não é presente na faixa... Esperava algo mais envolvente para casamentos!

CONCLUSÃO:
Percebi que a cantora ousou em revolucionar o pentecostal, trazendo um CD parcialmente já conhecido (através das 9 regravações). Porém algo sem nexo, sem motivações... O público sempre espera novidades. Se a produção não tivesse tanto calibre, o disco poderia naufragar numa extrema flopação.
Mas veio além do que eu esperava, com roupagem nova. Foi uma grande reforma da música gospel. E o talento sempre na frente!

Nota: 9